Constelação Familiar e o Charlatanismo.

Vamos começar entendendo o que significa essa palavra charlatanismo, você sabe o que é? Pois bem, no dicionário Aurélio o significado é esse: “Exploração da credulidade pública através da venda de produtos e/ou serviços incapazes de curar doenças”.

Tenho visto em alguns lugares as pessoas chamando a constelação familiar ou até mesmo consteladores de charlatões. Ok! Em todas as áreas temos profissionais ótimos e profissionais péssimos. Sim! Temos médicos, dentistas, advogados e tantos outros profissionais que nos levam a luz, como tantos outros que nos levam as trevas. Na constelação familiar não seria diferente, é claaaaaro!

Voltando ao significado da palavra charlatanismo, vou passar o meu parecer de conhecimento na posição de profissional que faz atendimento e formação; a constelação familiar nunca teve a proposta de trazer cura a doenças, sempre explico aos meus clientes e alunos que a constelação não resolve o problema de ninguém, ela traz consciência da origem de nossos problemas e com essa consciência adquirida, isso traz alívio, paz, e nos da um novo sentido. Não devemos prometer algo que não está em nosso alcance e a cura faz parte dela.

Eu tenho diversos relatos de como a constelação familiar tem ajudado pessoas a se encontrar, a desemaranhar questões em suas vidas, recebo todo tipo de depoimento, de pessoas que destravaram o medo de tirar carteira, andar de avião, pessoas que conseguiram controlar a compulsão alimentar, filhos que se reconciliaram com os pais, casamentos restaurados e tantos outros casos. Isso é charlatanismo?

Ah! Mas a constelação não é ciência! Meu caro, quem disse que constelação é ciência não sabe onde fica o próprio nariz. Constelação familiar nunca foi ciência, e sim terapia holística. E que terapia! 😀

E já que estamos esclarecendo as coisas, holístico significa: corpo, alma e mente, ok?

Agora vamos falar de cura. Ohhh meu Deus!

O charlatão usa da boa fé da pessoa dizendo que irá curar sua doença sem ter capacidade para tal, ou seja, engana. Quando uma pessoa procura uma constelação ela deveria ir atrás de buscar entendimento do porquê aquilo acontece, da origem de seu problema e ponto, para a partir daí começar o seu processo de cura. Sim! SEU PROCESSO DE CURA, falo isso sem medo de ser cancelada, sabe por quê? Porque o ser humano está sedeando por curas na alma, por curas das feridas da alma.

Quando um cliente me procura, ele quer ajuda para curar suas feridas, seus traumas. Eu vou curá-los? Claro que não. A função de um terapeuta seja ele qual for, não é promover curas, e sim, ajudar, auxiliar em um processo de cura. O profissional que promete cura, está enganando a si mesmo.

A cura vem de dentro para fora, a cura está com a própria pessoa, mas as vezes ela mesma não consegue acessá-la, e aqui estou falando de cura da alma, e não de doenças. E para isso, ela precisa da ajuda de um profissional para ajudar nesse processo. Agora, se nesse caminho encontram-se profissionais ruins é um risco que todos nós corremos, em qualquer lugar. Charlatão e promessas falsas temos em todos os lugares. Não confunda profissional com profissão, por favor!

Fiquei triste ao ler pessoas chamando a constelação familiar de charlatanismo, eu como profissional da área que dedico tanto amor e vejo tanto resultado positivo, acho injusto esse tipo de comparação. Principalmente porque não abordo viés religioso, respeito e admiro muito o trabalho desenvolvido pelo mestre Bert Hellinger.

Se eu pudesse dar um conselho eu diria: Antes de julgar, conheça. Vá ler livros de estudos sobre o assunto e não fique apenas com informações de redes sociais vazias.

“A ignorância é a maior enfermidade do gênero humano”. (Cícero)

Por: Ivana Brito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×